Procurar:

Apoiado pelo
Ministério da Educação


Estabelecimento de Ensino Integrante da Rede Pública
Financiado pelo Ministério da Educação ao abrigo de Contrato de Associação

Cofinanciado:


 

 

Ação Erasmus +

"Sobrevivência na neve e em temperaturas extremas

No dia 12 de outubro, alunos e professores do Colégio, beneficiaram de uma ação de formação e instrução, no âmbito do programa Erasmus +, "Sobrevivência na neve e em temperaturas extremas", com o Sargento Carlos Alberto Pereira Fernandes, comandante do Subagrupamento de Montanha da GNR da Serra da Estrela/Covilhã, acompanhado de mais dois elementos da sua unidade.

Esta unidade especial da GNR, com catorze anos de existência, acumula já um histórico de experiência de resgastes bastante significativo, reconhecido dentro e fora de fronteiras, e o comandante é um dos seus fundadores.

 Com grande entusiasmo e autenticidade, o Sr. Sargento Fernandes, iniciou a formação com a visualização de um documentário da RTP1, do programa "Linha da Frente", que expunha situações reais vividas pelos militares do Subagrupamento da Serra da Estrela. Seguiu-se uma explicação do fenómeno de aclimatização do corpo humano, em que foi exposto o conceito de "sensação térmica" e feita a interpretação da tabela Windchill; as fases do processo de hipotermia no ser humano e condições de adaptação aos efeitos do frio intenso. Um dos aspetos que surpreendeu e impressionou muito a assistência foi o facto de a temperatura do corpo humano quando desce até cerca dos 32ºC suscitar no indivíduo sensações de queimadura em vez de congelamento, pelo que a tendência é para nos libertarmos desesperadamente de todo o tipo de agasalho, o que pode ser fatal se não houver socorro imediato.

Dado o tempo de permanência que os alunos do 3C terão em Levi, na Lapónia finlandesa, também foi feita uma síntese sobre o “Comportamento humano, físico e psíquico, sob exposição a frio intenso e prolongado” e “Perigos, vulnerabilidades e riscos”.

Os alunos tiveram oportunidade de colocar questões pertinentes que foram respondidas com graça e muita competência profissional.

A formação recebida revelou-se excelente e adequada ao grupo que dela beneficiou - as três turmas do Curso Profissional de Receção; os professores do departamento de Ciências Sociais e Humanas e Psicóloga Escolar, diretamente associados à coordenação e execução do programa Erasmus+; e a equipa de Segurança interna do Colégio.

Agradecemos a formação técnica, personalizada e muito esclarecedora, indutora de comportamentos preventivos e cívicos, do Sr. Sargento Fernandes, Comandante do Subagrupamento de Montanha da GNR da Serra da Estrela, a presença de dois militares da mesma unidade e do Cabo Daniel, da unidade da Escola Segura de Vila Nova de Milfontes, bem como a prontidão com que o Comandante da Divisão Territorial da GNR de Odemira, Sr. Capitão de Infantaria, Carlos Alberto de Sousa e de Falcão de Carvalho, e toda a cadeia de comando da Instituição, se articulou para tornar possível o evento antes da saída do primeiro grupo para a Finlândia no final de outubro deste ano.

 

Prof. Rosália Valente

(Coordenadora Pedagógica dos Cursos Profissionais)

 

Testemunhos de Adultos presentes na Ação

Patrícia Castanheira (Coordenadora do Programa Erasmus+, Grupo de Economia) – “A minha avaliação desta formação é muito positiva, tendo mesmo excedido as expectativas. Os conteúdos abordados foram muito pertinentes para as ações de mobilidade, no âmbito do Erasmus+, que se realizarão para a Lapónia (Finlândia). A linguagem utilizada também foi adequada, ajustando-se a tanto a adultos como ao público mais jovem. No que se refere aos materiais utilizados durante a formação, também considero que estes foram adequados. Em resumo: 5 estrelas!!! Parabéns à organização e obrigada.

Joana Costa (Professora de ITM, Grupo de Geografia) – “Espetacular! Simples, útil e muito eficaz!

Rui Rijo (Diretor de curso, Grupo de Economia) – “Gostei da ação. Foi explicativa. Enriqueci os meus conhecimentos a nível da neve, da prevenção em neve e mais um bocadinho sobre o Grupo de Montanha da GNR. Gostei, especialmente, de saber o Windchill e coisas práticas para a saída à Finlândia”.

Luís Tranquada (Coordenador da Equipa de Segurança, Grupo de Educação Física) – “Importante e esclarecedora porque houve uma série de dicas que se aplicam em muitas situações para além do ambiente de montanha”.

Luís Costa (Equipa de Segurança, Técnico de Informática) – “Muito interessante! Esclarecedora e Surpreendente.”

 

Apreciação dos Alunos

Marlene (1.ºC) – “Eu gostei porque ficámos a perceber um pouco mais dos riscos da neve.”

Lanay (1.ºC) – “Achei interessante porque pode contribuir para a nossa segurança.”

Tiago (1.ºC) – “Esta palestra ajudou me a conhecer uma entidade nova e importante para o país e desconhecida para alguns.“

Marllon (1.ºC) – “Foi bom porque deu pra conhecer vários riscos que acontecem nas montanhas.

André (1.º C) – “Foi cativante.”

Leonardo Sobral (1.ºC) – “Com esta palestra vou conseguir prevenir alguns acidentes, que possam vir a surgir, e conseguir auto ajudar- me.”

Inês Alvito (1.º C) – “Dado que é um local com temperaturas diferentes do habitual considerei pertinente conhecer técnicas de sobrevivência.”

Rafaela (1.ºC) – “Gostei pois deu a conhecer a segurança que existe na Serra da Estrela.”

Catarina Dimas (1.ºC) – “Foi espetacular, perdi uma aula mas ganhei conhecimento.”

Adriana Valério (2.º C): “Achei bom e adequado mesmo não indo fazer o programa Erasmus.”

Daniela Rosa (2.ºC): “Deu-nos uma imagem mais lúcida, como é sobreviver na neve. É-nos útil se formos viajar.

João Raposo e Rute Alvito (2.ºC): Gostamos. Ficamos a perceber o que deveríamos fazer em caso de acidentes. A maneira de explicar foi boa. É uma mais-valia para nós. Ficamos informados.

Ana candeias (3.ºC):Foi bom.

Catarina Costa (3.ºC):Deu para perceber como o frio é mau. Temos de vestir 3 camadas e ter em conta o tipo de roupa. É assustador o que nos pode acontecer numa situação de hipotermia.

Daniel Fonseca (3.ºC):Impressionou a preparação física do Sr. Sargento. Gostei dos conselhos, do sentido de humor. Esta palestra manteve a nossa atenção presa até ao fim. Cativou-nos! A resposta às nossas questões foi sempre prestável, mesmo às que pareciam mais banais. Foi uma das melhores palestras a que já assisti. Achei muito importante a ação preventiva dos militares junto dos turistas na Serra da Estrela.

Tatiana Duarte (3.ºC): “Gostei de perceber a explicação sobre a sensação térmica. Da forma como respondeu sempre prontamente e com sentido de humor. Gostei da partilha que fez das suas experiências… É impressionante que se comece a sentir calor quando estamos a congelar!

Inês Caetano (3.ºC):Eu nunca tinha falado tanto numa palestra! Achei interessante até para os que não vão à Finlândia.“

Flávia Dias (3.ºC):Foi engraçado. Primeiro, pelo sentido de humor. Depois, esclareceu tudo o que pretendíamos saber. Foi uma palestra interessante! Os homens não têm uma vida nada fácil na montanha! Casou-me uma grande impressão sobre o uso das mãos sem luvas, como último recurso, para suster uma queda em montanha gelada. Adorei ouvir o convite para os vermos em ação na Serra da Estrela!”

Vasyl Kopyn (3.ºC):Fiquei a saber mais sobre os resgastes e os trabalhos dos homens. Foi extremamente interessante.”

Francisco Campos (3.ºC):Conseguiu esclarecer bem as nossas dúvidas.”

Daniel Campos (3.º C): “Gostei da formação. Ficamos a saber sobre as camadas de neve e das camadas da roupa.

Jessica Machado (3.º C):Acho que devia haver mais ações de sensibilização como esta…, úteis! Em relação à roupa foi muito interessante porque nos esclareceu, pois estávamos, antes, a pensar em usar sete camadas de roupas e três ou quatro de meias... Foi também esclarecedor ao nível da saúde. Em relação ao material térmico foi importante porque assim já sabemos melhor que roupa comprar para ir para a Finlândia. Foi interessante perceber o efeito chaminé. Achei interessante a questão dos abrigos escavados na neve.

 Turma do 3C, candidata à participação em estágio profissional, através do programa Erasmus + (em uníssono e de forma espontânea):

É tudo uma questão de ADAPTAÇÃO!